Emprego bate recorde para o mês de agosto

Posted on 18/09/2009. Filed under: Economia |

País abre 242 mil vagas formais, melhor resultado em 17 anos, mas ainda não recuperou todos postos cortados na crise

Geralda Doca
COLABOROU: Vivian Oswald

BRASÍLIA.

O emprego com carteira assinada bateu recorde em agosto com saldo de 242.126 postos. Foi o melhor resultado para o mês nos últimos 17 anos, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado ontem pelo Ministério do Trabalho. Entre janeiro e agosto, o país criou 680.034 empregos, mas ainda não retomou ao período pré-crise, quando tinha gerado 1,8 milhão de contratações. Também não conseguiu recuperar todos os 797,5 mil postos eliminados entre novembro, dezembro e janeiro.

Apesar disso, os números do mês passado indicam reação das contratações na indústria, ramo da atividade econômica mais prejudicado pela crise e que foi o segundo maior empregador em agosto, com saldo de 66.564 postos, atrás de serviços (85.568). Mesmo ainda amargando saldo negativo no ano, o resultado registrado pelo setor no mês passado foi quase quatro vezes o obtido em julho.

— Isso é importante, porque muitos analistas gostam de analisar o emprego pelo lado da indústria — destacou o ministro do Trabalho, Carlos Lupi.

— O resultado é impressionante e mostra que o país está saindo efetivamente da crise. O emprego é um tema caro e relevante para o governo — reforçou o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado.

Comércio cria 56 mil vagas e agropecuária elimina postos

Diante dos números de agosto, o ministro Lupi anunciou que, no próximo mês, vai revisar para cima a meta de criação de um milhão de postos este ano. Segundo ele, a retomada aos níveis pré-crise ocorrerá em 2010 — segundo ele o melhor ano do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em termos de geração de empregos, superando 1,7 milhão de empregos gerados em 2007.

Em agosto, o comércio respondeu por um saldo positivo de 56.813 empregos, seguido pela construção civil (39.957) e a administração pública (3.305). Por fatores sazonais, a agropecuária eliminou 11.249 postos. O Sudeste respondeu pela maior parte das contratações, com saldo de 106.085.

Anúncios

Make a Comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Liked it here?
Why not try sites on the blogroll...

%d blogueiros gostam disto: